Quando devo usar a placa de bruxismo?

O bruxismo caracteriza-se como uma desordem funcional dos maxilares, ocasionando no ranger ou apertar dos dentes durante o sono, provocando desgastes e trincas ao longo dos anos.

Está intimamente relacionado com a Disfunção da Articulação Temporomandibular (DTM), que é um conjunto de sinais e sintomas resultantes da relação deficiente entre o osso da mandíbula e a base do crânio.

A DTM manifesta-se de diversas formas, em diferentes intensidades. Normalmente, está associada a estresse, transtorno de ansiedade, maloclusão e apneia do sono. Como sintomas, podemos destacar:

  • Bruxismo ou apertamento dental
  • Dores musculares na face
  • Dores de cabeça crônicas
  • Zumbidos no ouvido
  • Estalidos ou “cliques” na ATM
  • Limitações na abertura da boca
  • Trismo
  • Dores locais ou próximas ao ouvido
  • Dor ou tensão no pescoço

Como identificar que tenho bruxismo?

 

Conforme ilustrado nas imagens a seguir, você pode identificar que tem bruxismo através dos desgastes observados na ponta dos dentes. Eles são mais evidentes nos caninos, que por natureza são pontiagudos, mas ficam achatados. São observados também nos dentes anteriores, que podem apresentar trincas, bordas quebradiças ou um aspecto mais achatado.

Pessoas com bruxismo também fazem ruídos durante o sono por causa do atrito entre as arcadas dentárias. Então, uma outra forma de identificar é perguntando a alguém próximo se você faz esses ruídos enquanto dorme.

 

Como é o tratamento?


Considerando que o desequilíbrio muscular da face e o desequilíbrio oclusal são as principais causas da DTM, o primeiro passo é estabilizar esses parâmetros para que os sintomas amenizem.

A maneira mais rápida de se conseguir esse equilíbrio é através da Placa de Bruxismo (também conhecida como Placa Miorrelaxante ou Placa de Michigan). Trata-se de um aparelho em acrílico, usado principalmente durante o sono, com a função de estabilizar a mordida e relaxar a musculatura facial.

Isto faz com que o impacto sobre a ATM diminua significativamente, amenizando assim os sintomas, além de proteger o desgaste dental ocasionado pelo bruxismo.

Em alguns casos, pode ser recomendado a complementação do tratamento com profissionais de outras áreas, como fisioterapia, neurologia, reumatologia e psicologia.

Para realizar uma avaliação com um de nossos especialistas e verificar em que nível o bruxismo se encontra e o quanto isso pode impactar no desenvolvimento da DTM, clique para acessar nossa Página de contato ou para nos enviar Whatsapp.

Perguntas frequentes

 
1Qual a melhor, placa de silicone ou acrílico?

O objetivo principal da placa de bruxismo é estabilizar a mordida e promover o relaxamento da musculatura facial. Para isso, ela precisa ter estabilidade, e só conseguimos através da placa de acrílico.

Placas de silicone, apesar de darem a impressão de serem mais confortáveis, não dão possibilidade de ajustes, e portanto, não servem como medida terapêutica.

2Vou me acostumar com a placa de bruxismo?

Assim como todo corpo estranho na boca, é normal sentir um desconforto inicial. O tempo para adaptação varia de pessoa para pessoa, mas não costuma passar de poucos dias.

3Tenho bruxismo, preciso mesmo usar a placa?

Ao longo dos anos, pacientes com bruxismo tendem a apresentar desgastes severos nos dentes e maior probabilidade de desenvolver DTM. Assim que identificados os sintomas, é recomendado que sim, se faça o uso da placa de bruxismo para estabilizar o quadro do paciente.

4A placa desgasta com o tempo?

Sim, a placa pode desgastar com o tempo. Isto varia de acordo com a intensidade do bruxismo, e pode levar anos para acontecer. É importante frisar que a troca da placa é recomendada a cada período de 2 a 5 anos, mediante avaliação do dentista, uma vez que, além do desgaste, ela pode sofrer com o acúmulo de placa, por exemplo.

5Uso aparelho dental. Dá pra usar a placa?

Uma vez que os dentes estão em constante movimento durante o tratamento ortodôntico, não é possível fazer o uso da placa. Isso acontece porque a placa é estável, rígida, e não acompanha essa movimentação dental. Ou seja, ela vai servir quando for feita, mas na próxima manutenção do aparelho, não mais.

6Vou precisar usar por quanto tempo?

Quem precisa de óculos tem de fazer seu uso pela vida toda. Da mesma forma, o bruxismo não tem cura. Ele acontece em maior ou menor intensidade, de acordo com o momento de vida em que o paciente se encontra. Portanto, para evitar o agravamento dos sintomas ao longo dos anos, é recomendado sim o uso constante da placa.

7Tem perigo de engolir durante o sono?

Não. A placa de bruxismo é confeccionada de forma que fique bem adaptada nos dentes e dificilmente solta. Caso aconteça, mesmo que dormindo, instintivamente o paciente expele ela pra fora da boca.

8A placa é na arcada superior ou inferior?

Isto vai depender do número de dentes presentes em cada arcada. O encaixe da mordida é fundamental para o sucesso do tratamento, então uma avaliação criteriosa é feita antes de se decidir se a placa vai ser superior ou inferior, para assim conseguir o melhor equilíbrio da mordida.

 
 

Todas as imagens referentes a tratamentos nesta página são de casos reais, planejados e executados pela equipe do Centro Odontológico Focos. É importante frisar que os resultados são únicos e individuais a cada paciente, e a avaliação presencial com um profissional é indispensável para o correto diagnóstico.

Consultar outros tratamentos.